sábado, 30 de outubro de 2010

Ena pá, tanto dinheiro!! - IV

Dedicado ao Dr. Carlos Jorge Feijó Pereira Ribeiro

Artigo de Luís Marques in Expresso em 1 de Abril de 1989

Caro Dr. Carlos Jorge Feijó Pereira Ribeiro - aka Jorge Ferro Ribeiro:
Nos idos de oitenta além do FMI estar em Portugal (e ter-se reunido consigo na Interfina) a Banca estava nacionalizada.

Pus-me a pensar, e sabe como eu sou quando o faço, olá se sabe!!!

Mas então sendo o caro Dr. quem é, o Estado Português não confiou em si para lhe emprestar dinheiro!?

Estranho!...

ADENDA

"Gato escondido com o rabo de fora"

Tão nervoso que anda.
Já explicou aos seus amigos porque é que anda tão nervoso?
Sabe o que é um hacker? Claro que não sabe.

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Ena pá, tanto dinheiro!! - III

Dedicado ao Dr. Carlos Jorge Feijó Pereira Ribeiro

Gosta assim?
Eu disse-lhe que a blogosfera é tramada!!

"Façam como eu!"
Já nos idos de 90 o Sr. Dr. era um homem de visão, aliás foi um pioneiro.

capa do "Tal&Qual" nº 756 de 16/XII/1994

Ora vejamos:
Nos idos de 80, estava o FMI em Portugal, caíu-lhe dinheiro do Céu, abriu a INTERFINA.
Aquilo era só paredes, lembra-se?
E zás... passados uns anos faliu o império todo.


"Semanário"

Nunca ninguém lhe explicou, Dr. Carlos Jorge Feijó Pereira Ribeiro, que comprar casas é um péssimo investimento?

A propósito:
Ainda tem a Quinta do Penedo, em Sintra, paredes meias com a quinta do Dr. João Valle e Azevedo?


Jornal "i"

Agora é banqueiro? Advogado é o que sabemos!... Banqueiro!? E em Timor... sempre pode dar um pulinho à Opera de Sidney.

E já é português? Ena pá, o Passaporte Diplomático de Cabo Verde, pelos vistos, dá para tudo!...

Eu, se fosse ao Dr. Stanley Ho, punha alguém a controlá-lo; alguém duro de roer, torcido, que saiba muito bem o que diz e o que faz.
Alguém... tipo Henrique Medina Carreira!

É que, sabe Dr. Carlos Jorge Feijó Pereira Ribeiro, uma pessoa que sistematicamente esconde o nome próprio e usa o do falecido pai... é estranho. Não acha?

Pelo menos eu, que o conheço muito bem, bem demais para o meu gosto!, acho.